Estampas Rotativas x Estampas Localizadas

studiosenseSem categoria0 Comments

Na Indústria têxtil nos deparamos com 2 tipos de estampas, as estampas localizadas e as rotativas. Muitas pessoas têm dúvidas em relação a estas classificações e suas formas de aplicação.

ENTENDA A DIFERENÇA E SUAS APLICAÇÕES 

ESTAMPA LOCALIZADA

É o processo de serigrafia mais tradicional e o mais usado no mercado em geral. O processo é utilizado em peças individuais e não no tecido todo. O silk de uma camiseta, por exemplo, onde a estampa é aplicada sobre um determinado local do seu produto como: Estampa no peito (frente da camiseta), estampas nas costas, na barra da camiseta, nas mangas, etc.

Podemos classificar esse processo em diversos tipos de produtos como sacolas, caneta, tênis, bonés, mochilas, chaveiros, enfim, todos os produtos que o silk for impresso em um determinado local e não no produto todo, a estampa é classificada como estampa localizada.

ESTAMPA ROTATIVA

A Estampa Corrida é classificada, resumidamente, quando a arte é impressa em todo o produto e não em um determinado local.
Ela pode ser feita de diversas maneiras, sendo estampa corrida quadro a quadro, estampa corrida em cilindro, falso corrido, sublimação e a estampa corrida digital.
A arte gravada na tela da estampa corrida é, normalmente, composta de desenhos menores, ou módulos de repetição, que se encaixam perfeitamente em si mesmos por todos os lados.
A técnica e a qualidade da execução do módulo de repetição é fundamental para o resultado final.
Inicialmente o custo deste tipo de estampa é alto, no entanto, quanto maior é o volume produzido, mais barata a técnica fica.
Por isso, vale a pena usar estampas rotativas quando elas serão aproveitadas em uma boa quantidade de peças.
Bom, agora que você já consegue entender os processos de estamparias existentes, avalie qual o melhor para a sua produção!